Dúvida sobre a dificuldade de gerar os arquivos do eSocial

Aos profissionais de TI, um questionamento sobre o eSocial de um leigo e, antecipado peço desculpas pela minha ingenuidade.
Os layouts em XML poderiam ser visto como uma simples matéria prima, que solicitada e entregue ao Governo Federal, seria processada e geraria nas mãos dele: Confissões de dívidas, cumprimento de obrigações acessórias, informações a serem prestadas ao contribuinte, informações de direitos trabalhistas, autuações fiscais, informações de arrecadação tributária, etc.?
Seria semelhante a fornecermos a lenha, o cacau e o algodão onde ele, o Governo, transformaria em energia, chocolate e alta costura respectivamente.
Para os profissionais da área administrativa e de TI, teríamos que, preparar o terreno, semear, colher, tratar e entregar esta matéria prima, (arquivos em formato XML) para ele e com protocolo. Pronto! Cumprimos o Decreto 8.373 no seu Art. 2o., inciso I e parte do inciso II de 2014. Parte do inciso II e todo o inciso III cabe ao Governo. E somente a ele. Ponto Final.
Quando é colocado dificuldades ou até inviabilidade do processo do eSocial, não seria porque estaríamos querendo entender como o Governo irá tratar essa matéria prima? É lógico que é admissível e inteligente sabermos, porém ater-se a esta etapa não poderia procrastinar e tirar o foco da geração da matéria prima?
Dentro da analogia de produzirmos o básico, onde estaria as reais dificuldades da geração dos layout?
Me perdoem se deu a impressão de uma retórica mas não é. Rsrsrs É dúvida mesmo e agradeceria aos profissionais de TI que consigam responder. Abraços.

Exibições: 67

Comentar

Você precisa ser um membro de Guia eSocial para adicionar comentários!

Entrar em Guia eSocial

Comentário de Vanessa Adriana de Araujo em 29 julho 2016 às 14:42

Boa tarde! Também tenho alguns aspectos que gostaria de um esclarecimento ou auxílio, eu não tenho conhecimento acerca dos softwares que serão usados e como serão usados. Poderia me dar uma luz por gentileza? Tenho interesse em atuar como consultora nesse aspecto, na inclusão dos dados no software.

Att.

Comentário de Ricardo Garcia em 20 julho 2016 às 9:13
Prezado Iuri Nogueira, bom dia!

Em meu ponto de vista quando é colocado pelos profissionais das mais diversas áreas sobre a inviabilidade do processo do eSocial na realidade seria como reconhecer que falta-lhes:
 
Ou infra estrutura de TI
Ou as praticas da empresa não estão de acordo com as legislações vigentes
Ou falta de empenho dos profissionais em adquirir novas informações transformando-as em conhecimento e reconhecendo as oportunidades que o eSocial trás inclusive para as empresas idôneas obviamente. As que tem atos ilícitos em seu DNA certamente odeiam o eSocial por que estas estão fadadas à pagar multas. Muitas multas.
 
• Ou as 3 possibilidades acima (fora outros detalhes e tarefas)
 
Ou seja,
 
Sua analogia quanto à matéria prima esta perfeita. Apenas faço estes complementos.
 
E DIGO MAIS: Qualquer "prorrogação" deve ser encarada como ÓTIMA mas não para procrastinar o que devemos fazer que é avaliar todos os processos, todas as rotinas, todas as atividades e cultura da empresa x Legislações em vigor desde a abertura do CNPJ da empresa. Sim. Comece fazendo uma qualificação Cadastral da Empresa e dos funcionários. Isso é atividade obrigatória a todos.
 
Ricardo Garcia
InterSystemRH
Moderador
GuiaeSocial.com.br

© 2017   Criado por Ricardo Garcia.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Encontre-nos no Google+